LUTO ANTECIPADO – um olhar sobre o processo da demência

A palavra demência por si só já é impactante. Pensar sobre tudo que pode acontecer a partir do diagnóstico traz muita dor e sofrimento. Isso é real mas também pode ser visto e vivenciando de outras formas…
Chamamos de elaboração antecipada do luto a consciência, de pacientes e familiares, das perdas e limitações impostas pela doença. Num primeiro momento pode parecer algo muito duro e difícil… porém a insegurança e o medo são muito piores quando lidamos com o desconhecido.
Na perspectiva do paciente essa elaboração ocorre nas fases iniciais. Há a consciência de estar perdendo o controle sobre suas ações e decisões assim como perda da capacidade de realizar suas tarefas do dia a dia. Sente necessidade de ter sempre alguém por perto e muitas vezes não tem consciência que é uma doença inexorável, ou seja, nao acha que irá morrer mas sente necessidade de colocar a vida em ordem.
Na perspectiva da família, cuidadores e amigos há uma certa indignação diante das perdas e são comuns frases como ” ela não era assim” “não acredito que ele está fazendo isso” “que vergonha” “ela sabe sim! Como pode não conseguir fazer?”
Elaborar toda a evolução da doença é ajudar a todos a compreendê-la.
Nas demências o processo do luto antecipado não só permite o cuidador se preparar para a vida após a morte da pessoa amada mas também possibilita o reconhecimento das mini perdas diárias e sua aceitação.
Claro que nada é tão simples…
Ver o curso variável e flutuante do paciente, ora bem ora péssimo, causa angústia e incertezas. Perdas constantes e por vezes ilusórias recuperações mexem com a esperança e claro ver a dependência aumentando traz temor e tristeza.
Mas entender que todo esse processo é o curso esperado da doença e que acima de tudo as complicações como dispneia(falta de ar) , dor, broncoaspirações, agitação e feridas podem ocorrer independente de todos os cuidados
nos traz algo maravilhoso : A CERTEZA QUE VOCÊ NÃO É CULPADO DE NADA!!!
E pra terminar não poderia deixar de colocar a perspectiva do médico. É fundamental que nos coloquemos no lugar do outro e entender como cada um compreende a morte. Para muito além de excelência em manejo clínico é preciso excelência em manejo humano!!
Fica aqui meu convite…
Caminhemos de mãos dadas!

Dra Roberta França
Medicina Geriátrica
De Corpo e Alma
Fonte : www.geriatrarobertafranca.com.br

Edif. Itabuna Trade Center- sala 911 e 912, Av. Princesa Isabel, 395, Banco Raso- Itabuna (BA).

CEP: 45.607-291 – Tel.: (73) 3212-7070 / 8882-8060

E-mail: clinicapersonaitabuna@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s