Síndrome do comer noturno

O que é a síndrome do comer noturno?

A síndrome do comer noturno é uma alteração mista entre transtorno do sono e transtorno do humor. Tipicamente, os pacientes comem à noite mais da metade das calorias totais que usam ingerir nas 24 horas, mas mesmo pacientes que comem normalmente durante o dia podem ter o transtorno. Às vezes, eles comem à noite numa espécie de estado sonambúlico, durante o qual “atacam a geladeira” e depois de acordados não se lembram do que fizeram. Depois de comerem, podem pegar no sono novamente e voltar a acordar uma ou mais vezes durante a noite, só conseguindo voltar a dormir se comerem novamente. Pela manhã, perdem o apetite e alimentam-se pouco, o que pode gerar um estado de fraqueza, mudança de humor e ansiedade ao longo do dia.

A tríade sintomática característica desta síndrome foi inicialmente descrita como:

  1. Hiperfagia.
  2. Insônia.
  3. Inapetência durante o dia.

Quais são as causas da síndrome do comer noturno?

Não há uma causa específica estabelecida. Ao contrário de muitas condições psicológicas, aqui não há uma tendência genética para o aparecimento desta condição. A síndrome do comer noturno envolve alterações da química cerebral, do hormônio

melatonina (hormônio que regula o sono) e da leptina (proteína que suprime o apetite), entre outros.

Quais são os sinais e sintomas da síndrome do comer noturno?

A síndrome do comer noturno é caracterizada por excessos alimentares que geralmente ocorrem pela madrugada, longe da censura das demais pessoas, acompanhados de perda do controle e de sentimentos posteriores de culpa.

Como o médico diagnostica a síndrome do comer noturno?

Os pacientes com síndrome do comer noturno em geral ingerem à noite uma quantidade de alimento maior do que durante o dia, com preferência por alimentos gordurosos e ricos em carboidratos. Apresentam também uma piora de humor à noite.

Como o médico trata a síndrome do comer noturno?

Não existe um tratamento específico para a síndrome do comer noturno. Indica-se psicoterapia e medicações para corrigir a insônia e melhorar o humor. Enquanto o transtorno não seja corrigido, uma providência pode ser deixar à mão, durante a noite, opções alimentares leves, como gelatina diet, por exemplo.

Como prevenir a síndrome do comer noturno?

  • Alimente-se adequadamente durante o dia.
  • Faça atividades físicas regulares e tenha hábitos de vida saudáveis.
  • Cuidado com as dietas restritivas, porque elas podem aumentar a fome noturna.

Como evolui a síndrome do comer noturno?

A síndrome do comer noturno pode levar à obesidade e ao diabetes tipo 2 e às suas possíveis complicações.

 

Fonte:http://www.abc.med.br/p/psicologia..47.psiquiatria/321225/sindrome+do+comer+noturno.htm>. Acesso em: 29 mar. 2015.

 

Edf. Itabuna Trade Center- sala 911 e 912, Av. Princesa Isabel, 395, Banco Raso- Itabuna (BA).

CEP: 45.607-291 – Tel.: (73) 3212-7070 / 8882-8060

E-mail: clinica_persona@yahoo.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s